Archive for maio \26\UTC 2010

Lost e o Espiritismo
26/05/2010

Que o final de Lost seria debatido por muito tempo depois de sua apresentação, ninguém tinha dúvida, mas que este debate seria em torno das questões espirituais eis a (boa) novidade! Muita gente adorou e obviamente outro tanto torceu o nariz para o desfecho espiritualista da série, mas o que interessa realmente é refletir sobre a relevância deste fato, pois a série atingiu (e vai continuar atingindo com os DVD’s e BlueRay’s) um enorme número de pessoas, apresentando conceitos importantes.

Como espírita não concordo que possamos afirmar que Lost é uma “Série Espírita” da forma que tantos têm comentado por toda a rede, primeiro porque certamente os produtores do programa desconhecem o Espiritismo (termo criado por Kardec para denominar os resultados do estudo que realizou) e em segundo lugar pelo fato da série trazer vários outros elementos como viagem no tempo, espírito-fumaça assassina, luz mágica, imortalidade do corpo físico entre outros que não encontram nenhum respaldo na Doutrina Espírita.

Dito isto e apesar disto, posso então afirmar que a maioria dos princípios básicos que definem a Doutrina Espírita estão lá apresentados de forma mais ou menos evidente. Portanto antes de concluir meu raciocínio, da importância de Lost neste momento histórico, faço a seguir um resumo destes princípios com um breve comentário de sua aplicação na série:

(mais…)

Anúncios

Seria o Espiritismo o futuro das religiões?
15/05/2010

Ouvimos, de quando em vez, nos meios espíritas a afirmação que “o Espiritismo é o futuro das religiões”, assertiva deveras pretenciosa em nossa opinião, que por certo traz mais antipatia do que aproximação com aqueles que não conhecem ou não compreendem a doutrina que estudamos, divulgamos e buscamos praticar.

Temos que concordar que os princípios da Doutrina Espiritista, da forma como foram trazidos pela espiritualidade na codificação, representam grande avanço no acesso da Humanidade às Verdades Universais, mas daí a colocar-se como evolução de todas as outras filosofias existe grande distância. Tal postura poderia até ser classificada como arrogância intelectual de nossa parte.

O diálogo inter-religioso deve ser realizado preferencialmente buscando as congruências das doutrinas. Há muito que fazer na implantação do Homem Novo na Terra e esta responsabilidade está distribuída por todas as filosofias e religiões que tem entre seus seguidores aqueles que estão despertos neste mundo.

Nenhum valor há na tentativa de sobreposição de idéias, na luta vã de se fazer parecer superior. No embate de conceitos conflituosos normalmente haverá dissonância cognitiva de cada parte dificultanto o diálogo fraterno, afastando os interlocutores cada vez mais.

Portanto que seja a Caridade o nosso lema, pois nela temos o “resumo de todas as Leis e os Profetas”.

Que tipo de Espírita é você?
02/05/2010

Já na época da elaboração do segundo livro da codificação Allan Kardec podia observar entre aqueles que se “convenceram por um estudo direto“, quatro distintas categorias ou tipos dos auto-denominados Espíritas. O pesquisador francês, chamado em seu funeral de “o bom senso encarnado” por seu amigo e confrade Camille Flammarion, era possuidor de um poder de síntese admirável e assim classificou os adeptos da recém inaugurada Doutrina Espírita (grifos nossos):

(mais…)